Histórico:

- 16/12/2005 a 31/12/2005
- 01/12/2005 a 15/12/2005
- 16/11/2005 a 30/11/2005
- 01/11/2005 a 15/11/2005
- 16/10/2005 a 31/10/2005
- 01/10/2005 a 15/10/2005
- 16/09/2005 a 30/09/2005
- 01/09/2005 a 15/09/2005
- 16/08/2005 a 31/08/2005
- 01/08/2005 a 15/08/2005
- 16/07/2005 a 31/07/2005
- 01/07/2005 a 15/07/2005
- 16/06/2005 a 30/06/2005
- 01/06/2005 a 15/06/2005
- 16/05/2005 a 31/05/2005
- 01/05/2005 a 15/05/2005
- 16/04/2005 a 30/04/2005
- 01/03/2005 a 15/03/2005
- 16/02/2005 a 28/02/2005
- 01/02/2005 a 15/02/2005
- 16/01/2005 a 31/01/2005
- 16/12/2004 a 31/12/2004
- 01/12/2004 a 15/12/2004
- 16/11/2004 a 30/11/2004
- 01/11/2004 a 15/11/2004
- 16/10/2004 a 31/10/2004
- 01/10/2004 a 15/10/2004
- 16/09/2004 a 30/09/2004
- 01/09/2004 a 15/09/2004
- 16/08/2004 a 31/08/2004
- 01/08/2004 a 15/08/2004
- 16/07/2004 a 31/07/2004
- 01/07/2004 a 15/07/2004
- 16/06/2004 a 30/06/2004
- 01/06/2004 a 15/06/2004
- 16/05/2004 a 31/05/2004

Outros sites:

- Adri Penna
- Sealvia
- Ângela
- Pati da Austrália
- Fefê
- Giu
- Fabi
- Fal
- Tati
- Surya
- Cynthia
- Érika
- Dani K
- Carol
- Mani
- Alê
- :: Fer ::
- Lilli
- Ana Paula
- Naty
- Jacque
- Sil Falqueto
- Mary
- Monix e Helê
- Drica Maeda
- Mothern
- Vanessa
- Luiza
- Monia
- Carla
- Neusa
-
- Pipa



Contador:



Para: Cyn

De: Vivi

Essa mineirinha ainda era "teen" quando chegou no Mothern. Por aí, já se deduz o quanto ela é antenada. Sempre alegre, contando as gracinhas do primo fofo ou desabafando sobre o vestibular, conquistou seu lugar de estagiária nesse time de garotas Mothernas.

E por falar em time, essa cruzeirense danadinha descobriu que eu tenho um flamenguista em casa e sempre que tem bola rolando eu me pego rindo das provocações virtuais entre eles.

A Cynthia é assim, uma garota tímida, meiga, com muito senso de humor que adora música, pão de queijo, Ice, cinema e que nos brinda sempre com seu jeito espirituoso, engraçado e ao mesmo tempo extremamente maduro.

Cyn é muito bom ter a sua companhia no espaço virtual. Espero um dia poder te dar um "upa" bem apertado. Desejo saúde, felicidade e muito sucesso em sua vida!



- Postado por: Equipe AniMo às 23h32
[ ] [ envie esta mensagem ]





Para: Ângela

De: Grazi

Vaca  Profana

Caetano Veloso

Respeito muito minhas lágrimas
Mas ainda mais minha risada
Inscrevo, assim, minhas palavras
Na voz de uma mulher sagrada
Vaca profana, põe teus cornos
Pra fora e acima da manada
Vaca profana, põe teus cornos
Pra fora e acima da manada
Ê, ê, ê, ê, ê,
Dona das divinas tetas
Derrama o leite bom na minha cara
E o leite mau na cara dos caretas

Segue a "movida Madrileña"
Também te mata Barcelona
Napoli, Pino, Pi, Paus, Punks
Picassos movem-se por Londres
Bahia, onipresentemente
Rio e belíssimo horizonte
Bahia, onipresentemente
Rio e belíssimo horizonte
Ê, ê, ê, ê, ê,
Vaca de divinas tetas
La leche buena toda en mi garganta
La mala leche para los "puretas"

Quero que pinte um amor Bethânia
Stevie Wonder, andaluz
Como o que tive em Tel Aviv
Perto do mar, longe da cruz
Mas em composição cubista
Meu mundo Thelonius Monk`s blues
Mas em composição cubista
Meu mundo Thelonius Monk`s blues
Ê, ê, ê, ê, ê,
Vaca das divinas tetas
Teu bom só para o oco, minha falta
E o resto inunde as almas dos caretas


- Postado por: Equipe AniMo às 00h12
[ ] [ envie esta mensagem ]





Sou tímido e espalhafatoso
Torre traçada por Gaudi
São Paulo é como o mundo todo
No mundo, um grande amor perdi
Caretas de Paris e New York
Sem mágoas, estamos aí
Caretas de Paris e New York
Sem mágoas estamos aí
Ê, ê, ê, ê, ê,
Dona das divinas tetas
Quero teu leite todo em minha alma
Nada de leite mau para os caretas

 

Mas eu também sei ser careta
De perto, ninguém é normal
Às vezes, segue em linha reta
A vida, que é "meu bem, meu mal"
No mais, as "ramblas" do planeta
"Orchta de chufa, si us plau"
No mais, as "ramblas" do planeta
"Orchta de chufa, si us plau”
Ê, ê, ê, ê, ê,
Deusa de assombrosas tetas
Gotas de leite bom na minha cara
Chuva do mesmo bom sobre os caretas...

 

Inevitável falar da Ângela sem lembrar de seu apelido carinhoso: “vaca”. Por isso, acho que essa música a traduz bem. Divindade profana, dona de uma inteligência refinada, um humor sarcástico, olhos que dão vontade de mergulhar, supermãe e uma companhia deliciosa. No início, eu tinha medo dela. Medo de me aproximar, de falar besteira, achava-a quase inatingível. Mas, no momento que a vi pela primeira vez, tudo isso se desfez. Ela é gente como a gente, super simples, sem ser banal. É por isso, Angelita, que lhe desejo um novo ano resplandescente, repleto de momentos bons, leves, divertidos e especiais como você. E que possamos passar mais tempo juntas, pra eu curtir mais e mais sua companhia. Seja muito feliz! Adoro você!



- Postado por: Equipe AniMo às 00h07
[ ] [ envie esta mensagem ]





Para: Jacque

De: Alê

 

Primeiro, eu me apaixonei pelo filho. Foi ali que nasceu a vontade de conhecer mais a Jacque. Lembro que ela postou a foto do ultra-som e depois uma foto do nascimento do Tatá.

E, à medida que o Otaviano ia crescendo, a minha admiração por ela ia aumentando. Até o dia que eu dei o primeiro passo e mandei um e-mail. Ela respondeu e começamos a nos falar. Descobrimos que temos muitas coisas em comum, além de morar no Sul, sermos mães, publicitárias e fãs do Mothern.

A Jacque é mãezona preocupada com as pequenas-grandes coisas do dia-a-dia dos filhotes. Sim, filhoteS, porque, da mesma que se multiplicam as nossas amigas do Mothern, os filhos também. Agora, ela também é mãe de um outro menino lindo que vem por aí. ( Claro que tem que ser lindo. Olha o Otaviano e olha só essa mulher, que deslumbre.)

Descobri também que ela trabalha demais. Que queria ter mais tempo para a família e também para as amigas virtuais. Descobri que ela tem um coração grande, que é uma das pessoas mais generosas e amigas que eu já conheci. Que ela gosta da Norah Jones e Joss Stone e que quis compartilhar esses tesouros comigo. E que lembro muito dela ao ouvir esses sons. Essas músicas se tornaram a trilha da nossa amizade.

Essa ligação não pára de crescer, que nem a admiração que eu tenho por ela, que nem a vontade de encontrá-la pessoalmente, que nem o desejo de dar um abraço muito apertado nessa amiga querida. Cresce que nem a barriga e o nenê que tem ali dentro dela, né, linda?

Feliz Aniversário, amiga de longe que tá muito pertinho do meu coração. E que amizades assim nasçam mais, cresçam muito e multipliquem-se sempre.

 

Alê



- Postado por: Equipe AniMo às 00h48
[ ] [ envie esta mensagem ]





Para: Nina

De: Fefê

Menina Nina

"Há um menino
Há um moleque
Morando sempre no meu coração
Toda vez que o adulto balança
Ele vem pra me dar a mão

Há um passado no meu presente
Um sol bem quente lá no meu quintal
Toda vez que a bruxa me assombra
O menino me dá a mão

E me fala de coisas bonitas
Que eu acredito
Que não deixarão de existir
Amizade, palavra, respeito
Carater, bondade alegria e amor (...)"

Pensando no que escrever pra Nina, me veio essa música à cabeça. Não sei exatamente por que, mas tenho algumas suspeitas. Talvez porque nossa aniversariante tenha alma de criança. Por causa da sua espontaneidade, do seu senso de humor, do seu espírito de moleque. Ao mesmo tempo é mãe, mulher e amiga, com todas as letras. Então, com ela é assim, dá vontade de buscar as bonecas e brincar de casinha. Chamar a turma e brincar de roda. Ao mesmo tempo, ir pro boteco e conversar de política. Fechar a porta do quarto e contar os casos de namorado. Ser colega de trabalho pra ficar o dia inteiro ouvindo piada. Ou comadre, pra trocar receitas de bolo. Com ela, não tem tempo ruim. Deve ser por isso que se chama Nina, um nome que dá rima, que lembra música, que lembra infância, que lembra menina, nossa menina Nina.

Seja feliz, amiga. Sempre, sempre.

 



- Postado por: Equipe AniMo às 00h13
[ ] [ envie esta mensagem ]





Para: Moniquinha

De: Mani

A Moniquinha é um doce.

Um doce de caju, moreninho, cheio de açúcar cristalizado em cima. Doce, doce, mas na hora que você morde, tem mais que açúcar ali. Tem substância, alimento. Tem força, tem carinho, tem o travo na hora certa. Não dá pra enjoar e jogar o resto fora.

Tem mais, não é um doce só. Junto com a Moniquinha, você leva de quebra três filhos fofos, um marido bacana e um irmão superlegal (esses são só os que eu conheci). Mas, conhecendo a Moniquinha, o resto da família deve ser todo assim.

O problema é o vício. Depois de uma caixa inteira de caju cristalizado, você vai querer mais o quê?

Ai, Moniquinha, ando com tanta saudade de Campinas!

Mil beijos pra você!

Mani



- Postado por: Equipe AniMo às 00h06
[ ] [ envie esta mensagem ]





Para: Cibbele

De: Laura

Quando conheci a Cibbele, ela estava grávida. Eu já tinha lido alguns dos seus comentários sempre inteligentes e divertidos do Livro de Visitas, mas encontrar com ela foi muito legal. Ela produzia uma peça infantil na época e nos ofereceu ingressos, mesmo sabendo da minha implicância (e ignorância) com o teatro infantil. Como tudo o que a Ci faz, toca e gosta, a peça era linda e de bom gosto.

Linda e de bom gosto também era a própria Cibbele, novinha, de barrigão, segura, tímida, mas dessas tímidas poderosas, sabe? Depois descobrimos que, depois de uns poucos copinhos de cerveja, ela nos brindava com seu ótimo humor em papos nada acadêmicos de filósofa. A Ci é assim, cheia de idéias bacanas e corajosas. Tenho o maior orgulho de ser amiga dela. A Maria Cecília, essa menina-neném tão encantadora, tem muita sorte. Assim como o Paulo. Assim como os seus alunos. Assim como nós : )

: : Laura : :

 



- Postado por: Equipe AniMo às 15h15
[ ] [ envie esta mensagem ]





De: Ana Paula

 

Porque tudo que reluz é ouro. Isso mesmo, a Cibbele não precisa de comentários, nem elogios, ela reluz.

Pode também ser comparada a um astro noturno que ilumina, mas envolta em mistérios. Some, aparece, clareia, não rodeia.

Ci tem um pouco das meninas de Minas e tem também um pouco das meninas do mundo. Ela pode ser várias, porém única.

 

Cibbele,

Para brindar seu aniversário e de todas as meninas que se completam em você, um poema de Beth Fleury. Parabéns e seja muito feliz!



- Postado por: Equipe AniMo às 15h15
[ ] [ envie esta mensagem ]





Canção das Meninas

 

As meninas de Minas são recatadas

Mas lúdicas.

As outras

São lúcidas.

 

As meninas de Minas

Trazem rozários no peito.

As meninas de Minas

Tiram poemas dos seios.

 

As meninas de Minas

Recitam de mãos para trás

E as outras

Riem

 

As meninas de Minas

Têm uma sina.

As outras,

Futuro.

 

As meninas de Minas

Às vezes supriram

Rasgado.

Eu não sei por que.

 



- Postado por: Equipe AniMo às 15h14
[ ] [ envie esta mensagem ]





Para: Helô

 

De: Monix

 

 

A Helô? A Helô...


Nossa Rainha das Boas Idéias.

A Helô inventou o fotolog Mães e Filhos. Talvez ela nem se lembre, mas foi ela que imaginou o Idéias Luminosas. Ela é melhor que o Google. Basta alguém perguntar onde se pode encontrar uma rebimboca da
parafuseta, lá vem nossa orácula com o link exato. Ela costuma alternar períodos de sumiço com uma presença certeira e fundamental.  Uma de suas reaparições inesquecíveis (não foi, Dona Vírgula?) deixou a dica de um hotel tão bacana aqui no Rio que já foi recomendado para todas as motherns que vieram nos visitar. Em nosso primeiro encontro pessoal, ela armou uma surpresa tão engraçada que a Renata acabou passando por maluca diante de um taxista, e o marido da Dedéia foi obrigada a mentir para a própia mulher, onde já se viu? Eu descobri que por trás da Helô piadista se esconde uma amiga carinhosa e muito dedicada. Este lado aparece nas pequenas coisas, como, por exemplo, saber os nomes dos nossos filhos, e acertar as idades com uma mínima margem de erro. As pequenas delicadezas que estão sempre presentes no dia-a-dia revelam um amor enorme, que  transborda, que vira humor, que vira gentileza, que vira... Helô.

A Helô é uma rocha.

Feliz aniversário, amiga.

 



- Postado por: Equipe AniMo às 12h38
[ ] [ envie esta mensagem ]





Para: Grazi

 

De: Clau

 

 

Fiquei buscando maneiras de desvenda-la. Não consegui e aceitei ser tarefa impossível, pois ela é absolutamente plena e transparente.

Doce, forte, batalhadora, inteligente, linda, amiga, lúcida, divertida, chique, carinhosa, sincera... Ufa! Uma verdadeira deusa.

É daquelas que nos ensinam lições lindíssimas sem o tom professoral.

Costuma dizer que não nos conhecemos e sim reconhecemos. E é a mais pura verdade. Como não ficar hipnotizado por alguém assim?

Ela não precisa falar muito para ocupar espaço especial em nossas vidas, sabemos que ela está lá, desejando coisas boas através da energia maravilhosa que emana..

Quando criança, dizia que teria uma filha e colocaria o nome de Graziela. Não virou o nome da minha filha, mas da amiga que levei alguns anos para reconhecer e hoje sei que se tratou de mais uma brincadeira da vida em trazer a pessoa certa na hora incerta.

No fim de semana que passamos juntas em São Paulo, pude sacramentar tudo o que eu já previa de bom e ainda ganhar bônus de boas surpresas. O que eu suspeitava ser especial, percebi magnífico.

Ela foi como a minha companheira matrimonial (expressão que humildemente peguei emprestada da Fal). Tal qual irmãs ou companheiras em lua de mel, tínhamos que ter momentos (a propósito, lindos e divertidíssimos) de birras, causados pela dificuldade de dividir a atenção da moça que atende pelo nome de Giuliana :P. Mas nos acostumamos logo, logo...

Querida, você sabe o quanto lhe quero bem e lhe desejo tudo o que há de melhor nessa vida.

Feliz aniversário com muito amor.

 



- Postado por: Equipe AniMo às 11h20
[ ] [ envie esta mensagem ]





De: Ju Steck

 

Eu me lembro da Grazi todos os dias. Nossos filhos estudam na mesma sala, em horários diferentes. Todas as vezes que vou pendurar a mochila do Felipe vejo a foto do Gabriel pregada na parede. E hoje, aniversário dessa mothern tão especial, lembro ainda mais, com muito carinho e torcida pelo melhor futuro do mundo para ela e para o Gabriel.

A Grazi é uma raridade. Ela tem a empolgação e a intensidade sincera das crianças, que se entregam profundamente aos sentimentos. Mas ao mesmo tempo é madura, responsável e equilibrada. Tem um sorrisão maravilhoso, uma alegria radiante. E o melhor, contagiante. Por isso a companhia dela é sempre deliciosa, torna tudo mais agradável, mais gostoso, mais temperado, mais divertido, mais engraçado.
Ela é o conceito de amiga em pessoa. Companheira nas farras e nas dificuldades, prestativa e boa de papo. Nas coisas com ela se envolve, ela é intensa, atenta a cada detalhe. E ela é assim com todas as amigas. A Grazi sabe os acontecimentos marcantes da vida, as opiniões, as histórias de cada uma. Tem uma memória surpreendente. Ela consegue estar antenada em tudo e todos.

Só mesmo conhecendo a generosidade dela para entender a contradição: como alguém tão atenciosa com cada amigo, na hora de prestar atenção a um caminho ou perceber um obstáculo está sempre com a cabeça nas nuvens! A Grazi consegue ser quase tão estabanada quanto eu, e mata a gente de rir com as histórias dos pequenos acidentes, tombos e confusões que acontecem por isso. E também quase tão perdida quanto eu, para azar de quem vem a Brasília e acha que vai contar com as orientações de uma de nós duas. Claro que em pouco tempo as recém-chegadas é que estão nos guiando! Mais um motivo para muitas risadas.
É claro que a Grazi é muito mais incrível do que isso. Mesmo eu não conseguindo escrever tão bem e com toda a poesia que ela merece, não podia abrir mão do prazer e da honra de homenageá-la.
A própria Grazi diz que escreve pouco porque gosta mesmo é de conversar, falar bastante. Então ela sempre telefona para as motherns ou vai pessoalmente a cada canto do Brasil encontrá-las. Por isso, como a maioria de nós já teve o prazer de estar na companhia da Grazi, fico tranqüila em saber que esta homenagem não tem a responsabilidade de dizer tudo sobre ela.

Os comentários estão aí para todas completarem o que eu não consegui dizer.


Grazi, desejo muita felicidade e sucesso para você!

 



- Postado por: Equipe AniMo às 11h18
[ ] [ envie esta mensagem ]





De: Angela

Para: Ju Sampaio

 

 

Juliana Sampaio.
A mãe da Alice. Uma das mães do Mothern, e de uma maneira ou outra mãe dessa bagunça aqui. Mãe do LV, mãe do livro, part time mãe do André do Ed. Tanta mãe ali naquela mulher que mal dá pra acreditar que ali mora uma mulher que é mais que mãe, é filha, é amiga, é companheira da mesa do bar, da night na Obra, na Casa da Matriz, no Rio, uma mulher que trabalha com (boas) idéias e (melhores ainda) textos. Aquela que tem na casa um quintal, mesmo morando em apartamento em beagá. Aquela mulher que vai para a praia e pula ondinha, e que bebe até cair, mas num cai.
A amiga que faz você rir no msn, de tarde, a amiga que posta a dança da sócia no blog e faz a gente rir mais ainda. Mas aquela que sabe moderar discussão e sabe mostrar suas idéias. Aquela que tem um senso estético agudo, um senso de justiça mais agudo  ainda, e que também sabe, e como poucas, aceitar a diversidade daquelas que gostam de verdade dela. E saber amar, saber ouvir, saber aceitar  talvez seja a maior característica dessa mulher, dessa que tem aqueeeeele coração de mãe (para caber tantas mães que moram nela) e talvez por isso, todas aqui a amemos tanto.
Feliz aniversário, Juliana.



- Postado por: Equipe AniMo às 00h35
[ ] [ envie esta mensagem ]





De: Tati

Para: Vivi

 

 

Vivi é uma pessoa doce, e apesar dela näo aparecer muito 'online',
sempre que aparece é toda gentileza e alegria. Näo me lembro de algum
dia tê-la visto de mau-humor! Mas sim de todo dia vê-la curtindo a
vida e o que ela tem de bom, e sempre determinada a fazer o melhor nas
coisas que lhe interessam.
Ela é uma de nós, Motherns 'estagiárias', se preparando desde já para
aquela que promete ser a maior aventura de sua vida - e tenho certeza
que ela terá muito sucesso nessa aventura! E queremos estar por perto
para acompanhá-la!
Vivi, te desejo hoje um superfeliz aniversário! Que esse novo ano
seja, para você, de grandes e pequenas realizacöes, que te traga tudo
o que você desejar!
Te adoro, menina! E vê se näo some! ;)
 


- Postado por: Equipe AniMo às 08h14
[ ] [ envie esta mensagem ]





De: Fefê

Para: Helê

 

 

Eu sempre fico emocionada quando sou chamada a escrever uma mensagem pro Animo. É que isso aqui virou um espaço tão especial que é impossível não ficar tocada com a oportunidade. Quando se trata da Helê Boca de Fulô, então, meu coração disparou a fazer tum-tum-tum-tum-tum-tum. Porque a Helena é um caso à parte. É o próprio tesouro que a gente descobre depois do arco-íris. Ando com essa metáfora na cabeça há dias. Tem muito a ver com meu momento, mas também com essas descobertas que a gente faz ao longo da vida. E com a Helena foi exatamente assim. A gente se “esbarrou” pela internet e nunca mais eu quis largar dela. Foi aquela sensação que a gente tem quando, após uma tarde de chuva, o céu se abre num lindo arco-íris. Como se alguma coisa pesada tivesse saído pra dar lugar a uma paisagem colorida. E isso não era tudo. Depois tinha mais, tinha mesmo um tesouro de amiga. Dessas que escreve lindamente, que acredita num mundo melhor, que é cidadã nas pequenas coisas do dia-a-dia. Que é espirituosa, que partilha seus sonhos com os amigos, que é mãe moderna e amiga de fé. É sensibilidade pura, é poesia nas palavras...Ah, tanta coisa linda que não dá pra enumerar, só sentir...

Seja feliz, minha amiga e “comadre”, vc merece !

 



- Postado por: Equipe AniMo às 07h42
[ ] [ envie esta mensagem ]